Principal Calendário Fale Conosco Outros Sites Mapa do Site
 Busca 
Pesquisas Anuais Últimas Notícias         Imprimir         Enviar por E-mail      Baixar Arquivo no Formato PDF
  Ano  
Ver tabelas

2016

Pesquisa Industrial Anual Empresa 2016

A Pesquisa Industrial Anual (PIA/ IBGE) de 2016 teve retração da indústria goiana no número de empresas e no de pessoal ocupado, não muito diferente do que aconteceu no ano anterior. A queda em pessoal ocupado foi maior na indústria de transformação, com uma redução de 5,5% em relação a 2015, sendo as reduções mais impactantes vindas dos segmentos de Fabricação de produtos alimentícios (-2,4%) e Fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (-6,8%). Em 2016, a indústria goiana era composta por 6,8 mil empresas, registrando 224,8 mil de pessoas ocupadas11 em todo o território goiano. Ocorreu, no entanto, uma elevação no valor bruto da produção e no valor da transformação industrial conforme a Tabela 1.

Quanto ao indicador de produtividade, que mede a razão entre o valor da transformação industrial e o número de pessoas ocupadas nas unidades locais, a indústria goiana ganhou produtividade, em 2015 cada trabalhador era capaz de adicionar, em média, R$124,5 mil à produção industrial, já em 2016, adicionou R$ 139,3 mil.

 

 

Tabela 1: Pesquisa Industrial Anual Empresa, segundo as variáveis selecionadas – Goiás (2015-2016)

Variáveis selecionadas

2015

2016

Variação

 2016/2015 (%)

Número de empresas

6.825

6.771

-0,8

Pessoal ocupado total

238.760

224.792

-5,9

Total de custos das operações industriais (Mil R$)

53.412.224

56.957.818

6,6

Valor bruto da produção industrial (Mil R$)

83.136.691

88.277.653

6,2

Valor da transformação industrial (Mil R$)

29.724.467

31.319.835

5,4

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Indústria, Pesquisa Industrial Anual.

Elaboração: Elaboração: Instituto Mauro Borges / Segplan-GO / Gerência de Contas Regionais e Indicadores – 2018.

 

 

Na análise do pessoal ocupado, na Tabela 2, São Paulo possui o maior número de pessoal ocupado na indústria, 32,9% do registrado nacionalmente. O estado do Rio de Janeiro teve a maior perda de participação absoluta em pessoal ocupado no Brasil, 0,34 pontos percentuais (p.p.).

Goiás é o sétimo estado com maior número de pessoal ocupado na indústria, sendo, aproximadamente, 3,1% do total registrado nacionalmente. Ademais, observa-se, no estado, perda de 0,03% nesse número entre 2015 e 2016.

 

Tabela 2: Pessoal ocupado e participação no total de ocupados no Brasil, segundo Unidades da Federação (2015-2016).

Brasil e Unidades
da Federação

2015

2016

Diferença em pontos percentuais

2016/2015

Pessoal Ocupado

Participação (%)

Pessoal Ocupado

Participação (%)

Brasil

7.637.405

100,00

7.260.122

100,00

0,00

Rondônia

34.501

0,45

32.827

0,45

0,00

Acre

6.379

0,08

5.189

0,07

-0,01

Amazonas

104.466

1,37

93.737

1,29

-0,08

Roraima

2.514

0,03

2.420

0,03

0,00

Pará

104.389

1,37

96.140

1,32

-0,04

Amapá

4.030

0,05

3.802

0,05

0,00

Tocantins

18.525

0,24

16.403

0,23

-0,02

Maranhão

44.225

0,58

40.146

0,55

-0,03

Piauí

28.492

0,37

26.697

0,37

-0,01

Ceará

229.663

3,01

223.243

3,07

0,07

Rio Grande do Norte

65.612

0,86

63.053

0,87

0,01

Paraíba

77.270

1,01

71.542

0,99

-0,03

Pernambuco

219.913

2,88

206.286

2,84

-0,04

Alagoas

72.878

0,95

68.404

0,94

-0,01

Sergipe

49.879

0,65

43.077

0,59

-0,06

Bahia

230.944

3,02

213.760

2,94

-0,08

Minas Gerais

826.314

10,82

791.331

10,90

0,08

Espírito Santo

133.462

1,75

123.027

1,69

-0,05

Rio de Janeiro

433.914

5,68

387.722

5,34

-0,34

São Paulo

2.515.736

32,94

2.406.880

33,15

0,21

Paraná

655.519

8,58

623.115

8,58

0,00

Santa Catarina

650.602

8,52

638.854

8,80

0,28

Rio Grande do Sul

675.439

8,84

639.896

8,81

-0,03

Mato Grosso do Sul

90.755

1,19

93.812

1,29

0,10

Mato Grosso

93.157

1,22

94.714

1,30

0,08

Goiás

238.760

3,13

224.792

3,10

-0,03

Distrito Federal

30.067

0,39

29.253

0,40

0,01

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Indústria, Pesquisa Industrial Anual.

Elaboração: Elaboração: Instituto Mauro Borges / Segplan-GO / Gerência de Contas Regionais e Indicadores – 2018.

 

 

Quando se trata do número de unidades locais, Goiás ocupa a sétima posição em números absolutos, correspondendo, aproximadamente, a 3,47% do total nacional. Entre os anos de 2015 e 2016, houve um incremento no estado de 0,08% no total de unidades. Vale destacar que esse recuo ocorreu também na análise para o Brasil.

 

 

Tabela 3: Unidades locais e participação no total da indústria geral nacional, segundo Unidades da Federação

 (2015-2016)

Brasil e Unidades
da Federação

2015

2016

Diferença em pontos
percentuais

Unidades Locais

Participação (%)

Unidades Locais

Participação (%)

2016/2015

Brasil

201.223

100,00

194.922

100,00

0,00

Rondônia

1.309

0,65

1.220

0,63

-0,02

Acre

308

0,15

287

0,15

-0,01

Amazonas

1.196

0,59

1.157

0,59

0,00

Roraima

141

0,07

155

0,08

0,01

Pará

2.231

1,11

1.971

1,01

-0,10

Amapá

176

0,09

166

0,09

0,00

Tocantins

628

0,31

601

0,31

0,00

Maranhão

1.241

0,62

1.320

0,68

0,06

Piauí

1.221

0,61

1.205

0,62

0,01

Ceará

5.657

2,81

5.266

2,70

-0,11

Rio Grande do Norte

1.937

0,96

1.935

0,99

0,03

Paraíba

1.937

0,96

1.829

0,94

-0,02

Pernambuco

5.781

2,87

5.268

2,70

-0,17

Alagoas

864

0,43

872

0,45

0,02

Sergipe

1.119

0,56

1.156

0,59

0,04

Bahia

5.892

2,93

5.924

3,04

0,11

Minas Gerais

24.289

12,07

23.339

11,97

-0,10

Espírito Santo

4.849

2,41

4.362

2,24

-0,17

Rio de Janeiro

10.581

5,26

9.832

5,04

-0,21

São Paulo

58.512

29,08

58.379

29,95

0,87

Paraná

18.850

9,37

17.832

9,15

-0,22

Santa Catarina

18.624

9,26

18.583

9,53

0,28

Rio Grande do Sul

20.799

10,34

19.401

9,95

-0,38

Mato Grosso do Sul

1.773

0,88

1.778

0,91

0,03

Mato Grosso

3.202

1,59

3.152

1,62

0,03

Goiás

6.825

3,39

6.771

3,47

0,08

Distrito Federal

1.281

0,64

1.161

0,60

-0,04

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Indústria, Pesquisa Industrial Anual.

Elaboração: Elaboração: Instituto Mauro Borges / Segplan-GO / Gerência de Contas Regionais e Indicadores – 2018.

 

 

A Tabela 4 apresenta o Valor da Transformação Industrial para os anos de 2015 e 2016, de acordo com as unidades da Federação. Goiás obteve um aumento em sua participação no país, saindo de 2,6% para 2,8%. Em termos absolutos, o estado também apresentou um incremento, seguindo uma direção contrária ao que foi observado no Brasil. Nessa variável, Goiás ganhou uma colocação saiu 10ª   a 9ª.

 

  

Tabela 4: Valor da transformação industrial em frequência absoluta e relativa ao total da indústria geral nacional, segundo Unidades da Federação (2015-2016)

Brasil e Unidades

da Federação

2015

2016

Diferença em

pontos percentuais

VTI

Participação

 (%)

VTI

Participação

(%)

2016/2015

Brasil

1.082.001.670

100,00

1.079.714.880

100,00

0,00

Rondônia

2.742.881

0,3

2.704.396

0,3

-0,01

Acre

392.887

0,0

457.516

0,0

0,00

Amazonas

35.954.831

3,3

36.036.056

3,3

0,06

Roraima

91.620

0,0

91.270

0,0

0,00

Pará

26.722.160

2,5

26.531.935

2,5

-0,03

Amapá

488.160

0,1

487.561

0,0

-0,01

Tocantins

1.485.208

0,2

1.464.200

0,1

-0,03

Maranhão

7.034.592

0,5

7.120.144

0,7

0,18

Piauí

1.908.245

0,2

1.985.628

0,2

0,02

Ceará

15.371.527

1,4

15.338.701

1,4

0,02

Rio Grande do Norte

7.890.090

0,8

7.918.336

0,7

-0,03

Paraíba

4.578.222

0,4

4.582.182

0,4

-0,01

Pernambuco

20.400.930

1,7

19.237.060

1,8

0,10

Alagoas

4.476.912

0,4

4.616.966

0,4

0,05

Sergipe

4.641.597

0,4

4.645.809

0,4

0,01

Bahia

46.819.721

4,0

46.398.569

4,3

0,28

Minas Gerais

110.466.250

11,3

110.186.781

10,2

-1,07

Espírito Santo

31.261.101

2,8

31.233.002

2,9

0,06

Rio de Janeiro

115.615.908

11,0

115.354.415

10,7

-0,27

São Paulo

366.884.597

33,6

370.170.761

34,3

0,68

Paraná

75.993.280

7,1

75.126.611

7,0

-0,17

Santa Catarina

59.321.365

5,5

59.201.727

5,5

-0,06

Rio Grande do Sul

78.523.922

7,2

79.297.003

7,3

0,18

Mato Grosso do Sul

14.361.653

1,2

11.118.729

1,0

-0,20

Mato Grosso

15.693.994

1,4

15.441.481

1,4

0,06

Goiás

29.724.467

2,6

29.787.012

2,8

0,20

Distrito Federal

3.155.550

0,3

3.181.029

0,3

0,01

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Indústria, Pesquisa Industrial Anual.

Elaboração: Elaboração: Instituto Mauro Borges / Segplan-GO / Gerência de Contas Regionais e Indicadores – 2018.

 

 

Segundo dados da PIA-Empresa, Goiás tinha em 2016, 6.771 unidades industriais, com 224.792 pessoas ocupadas e um montante de R$ 31,320 bilhões no valor da Transformação Industrial (VTI).

Na Tabela 5 é apresentada a estrutura industrial de Goiás, as atividades da indústria de transformação representaram quase a totalidade destes resultados, com 97,3% do número de empresas e 98,2% do pessoal ocupado da indústria goiana. Nesse segmento, a fabricação de produtos alimentícios tem o maior número de unidades industriais, com 17,9% do total, e também 36,9% do número de pessoal ocupado. A atividade de fabricação de produtos alimentícios é a principal atividade da indústria goiana, atingindo grande participação dentro da indústria de transformação.

As indústrias extrativas no estado, em número de unidades industriais, representam 2,8% do total, e têm 1,8% do número total de pessoal ocupado.  

  

 

Tabela 5: Número de unidades locais, pessoal ocupado, VBP, VTI em Goiás – 2016.

Atividades

Número de

unidades locais

(Unidades)

Pessoal ocupado em 31/12 (Pessoas)

Valor bruto da

 produção industrial

 (Mil Reais)

Valor da transformação

 industrial

(Mil Reais)

Absoluto

(%)

Absoluto

(%)

Absoluto

(%)

Absoluto

(%)

Indústrias extrativas

186

2,75

4.063

1,81

2.052.276

2,32

1.129.723

3,61

Extração de carvão mineral

-

-

-

-

-

-

-

-

Extração de petróleo e gás natural

-

-

-

-

-

-

-

-

Extração de minerais metálicos

13

6,99

-

-

-

-

-

-

Extração de minerais não-metálicos

172

92,47

2.995

73,71

848.719

41,36

564.734

49,99

Atividades de apoio à extração de minerais

1

0,54

-

-

-

-

-

-

Indústrias de transformação

6.585

97,3

220.729

98,2

86.225.379

97,7

30.190.113

96,4

Fabricação de produtos alimentícios

1.180

17,92

81.560

36,95

45.644.899

52,94

13.714.844

45,43

Fabricação de bebidas

50

0,76

6.339

2,87

2.107.847

2,44

845.510

2,80

Fabricação de produtos do fumo

7

0,11

205

0,09

2.238

0,00

807

0,00

Fabricação de produtos têxteis

113

1,72

1.748

0,79

107.007

0,12

47.036

0,16

Confecção de artigos do vestuário e acessórios

1.606

24,39

21.605

9,79

1.208.687

1,40

729.236

2,42

Preparação de couros e fabricação de artefatos de couro, artigos para viagem e calçados

149

2,26

2.770

1,25

486.382

0,56

155.082

0,51

Fabricação de produtos de madeira

98

1,49

1.175

0,53

146.839

0,17

78.972

0,26

Fabricação de celulose, papel e produtos de papel

56

0,85

2.958

1,34

1.188.318

1,38

553.101

1,83

Impressão e reprodução de gravações

187

2,84

2.606

1,18

325.706

0,38

160.811

0,53

Fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis

39

0,59

23.462

10,63

9.198.927

10,67

4.775.549

15,82

Fabricação de produtos químicos

251

3,81

9.477

4,29

7.752.523

8,99

2.012.263

6,67

Fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos

41

0,62

11.386

5,16

2.718.760

3,15

1.270.243

4,21

Fabricação de produtos de borracha e de material plástico

228

3,46

6.332

2,87

1.099.000

1,27

417.644

1,38

Fabricação de produtos de minerais não-metálicos

701

10,65

10.944

4,96

1.651.935

1,92

695.585

2,30

Metalurgia

49

0,74

4.653

2,11

3.224.478

3,74

1.675.306

5,55

Fabricação de produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos

528

8,02

9.097

4,12

1.540.052

1,79

691.154

2,29

Fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos

23

0,35

339

0,15

25.635

0,03

12.031

0,04

Fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos

57

0,87

1.366

0,62

754.793

0,88

194.318

0,64

Fabricação de máquinas e equipamentos

180

2,73

3.091

1,40

1.364.265

1,58

604.232

2,00

Fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias

109

1,66

4.772

2,16

4.334.353

5,03

846.499

2,80

Fabricação de outros equipamentos de transporte, exceto veículos automotores

16

0,24

136

0,06

12.141

0,01

3.251

0,01

Fabricação de móveis

375

5,69

6.368

2,88

663.150

0,77

274.665

0,91

Fabricação de produtos diversos

189

2,87

3.761

1,70

337.431

0,39

173.073

0,57

Manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos

353

5,36

4.579

2,07

330.013

0,38

258.901

0,86

Total

6.771

100

224.792

100

88.277.655

100

31.319.836

100

Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Indústria, Pesquisa Industrial Anual.

Elaboração: Elaboração: Instituto Mauro Borges / Segplan-GO / Gerência de Contas Regionais e Indicadores – 2018.

 

 



 1 - Segundo a pesquisa, a definição de pessoal ocupado na indústria inclui as pessoas assalariadas com ou sem vínculo empregatício, não abrangendo os trabalhadores terceirizados e os afastados por motivo de licença.


Voltar Nosso site disponibiliza várias informações em novas janelas, portanto, desabilite sua ferramenta anti-popup.
IMB - Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos / SEGPLAN / Governo de Goiás - 6.252.085 Visitas
Av. República do Líbano nº 1945, 4º andar, Setor Oeste - CEP:74.125-125. Fone:(62)3201-6695 | (62)3201-6691 - E-mail: imb@segplan.go.gov.br